DÉBORA DENADAI EM PROSA E VERSO

FAZER POESIA É LAVAR A ALMA FAZENDO SANGRIA...

Meu Diário
02/08/2005 17h55
SONHAR OU DESEJAR? THAT'S THE QUESTION...
Costumo dizer que não gosto de sonhar. Costumo dizer que não tenho sonhos. Em vez, tenho projetos. Que diferencio dos sonhos pura e simplesmente, pelo fato de que os projetos são sonhos que têm, pelo menos cinqüenta por cento de chances de se tornar um fato, uma realidade. Correta ou não, não é algo que nasceu comigo. É algo que aprendi para proteger-me de mim mesma, do mal que posso fazer ou permitir que me façam. Não sonhar é uma forma de não criar expectativas, caminho curto e certeiro para decepções.
Pode ser uma maneira meio covardezinha de viver, mas serve ao fim que se destina. Não quero construir os castelos no ar sem que possa fazer suas fundações no mundo real, que goste ou não, é onde vivemos. Não quero povoar os castelos que por acaso ou por descuido eu invente com pessoas que não me pediram para estar lá. E tampouco com as que pediram. Nunca se sabe quando podem mudar de idéia e resolverem mudar de casa, aí incluídos os castelos onde um dia pediram para estar.
Posso não sonhar. Posso não construir castelos nas névoas da imaginação. Posso não deixar as expectativas habitarem minhas ansiedades. Isso não significa que estou fugindo da vida. Porque eu posso desejar que as coisas que me fazem bem aconteçam. Posso desejar que as pessoas que eu amo continuem na minha vida. E, para isto sim, eu posso contribuir com alguma coisa. Posso cuidar destas coisas e destas pessoas. Porque eu posso cuidar do que existe de fato. Mas o campo dos sonhos não é coisa pra mim. Talvez para os psicanalistas ou para quem dorme bem.

Publicado por Débora Denadai em 02/08/2005 às 17h55

Site do Escritor criado por Recanto das Letras