DÉBORA DENADAI EM PROSA E VERSO

FAZER POESIA É LAVAR A ALMA FAZENDO SANGRIA...

Meu Diário
25/07/2005 16h04
VOCÊ PRECISA SE DISTRAIR...
“Se você não se distrai, o amor não chega,
a sua música não toca, o acaso vira espera e sufoca...”
(Christiaan Oyens e Zélia Duncan)


A frase aí de cima é da música “Distração”, do último cd da Zélia Duncan, que, diga-se de passagem, está pra lá de bom. Quando ouvi fui direto parar nas minhas caraminholagens. Tenho este defeito: tudo que leio, vejo, escuto, acabo me perdendo em reflexões depois. E aí me toquei das muitas vezes em que transformamos o acaso em espera.
Criamos expectativas e planejamos como a vida devia ser para que fôssemos felizes. E aí, lógico, a gente não se distrai, atento e focado que está naquilo que tanto deseja, tanto espera. E a espera sufoca. Sufoca porque você não vê nada além do objetivo, você não ouve nada que não tenha a ver com o “teu” assunto. E o sufoco da espera traz a ansiedade junto. E leva embora a alegria.
Ela tem razão. Se você não se distrai, de tão concentrado, pode não enxergar que a vida está acontecendo bem debaixo do seu nariz e a sua revelia. Então, o jeito é jogar peteca, chutar lata na rua e seguir acreditando, como no “Epitáfio” dos Titãs: “ O acaso vai me proteger, enquanto eu andar distraído...”
Boa distração e que a vida venha e você veja
beijos no coração e um grande beliscão...vocês já sabem onde

Publicado por Débora Denadai em 25/07/2005 às 16h04

Site do Escritor criado por Recanto das Letras