DÉBORA DENADAI EM PROSA E VERSO

FAZER POESIA É LAVAR A ALMA FAZENDO SANGRIA...

Meu Diário
12/10/2010 11h03
UM AMOR BONITO

UM AMOR BONITO

     Hoje acordei triste. Uma tristeza que não sei de onde veio nem como começou. Junto dela essa sensação constante de carregar dentro de mim um amor imenso. É um amor bonito, que olha pelas fechaduras sem procurar maldades, só mesmo por ser curioso e menino. Um amor que tem os olhos cheios de luas e estrelas e que acende a noite de quem estiver por perto. É um amor bonito, desses que andam de mãos dadas, silenciosamente, que não perde a cor e nem a esperança. É um amor tão lindo e forte que não me deixa desesperar, não me deixa ficar velha e nem apequenar-me. Um amor que me refaz e reinventa a cada momento. É um amor tão lindo que não acaba mais.
                Por que estou triste? Porque ninguém sabe e não tenho a quem dar...


Publicado por Débora Denadai em 12/10/2010 às 11h03
Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Site do Escritor criado por Recanto das Letras