DÉBORA DENADAI EM PROSA E VERSO

FAZER POESIA É LAVAR A ALMA FAZENDO SANGRIA...

Meu Diário
25/05/2005 00h17
GIRASSÓIS QUE BUSCAM O AZUL
Nel Meirelles, você me mandou uma pérola no seu comentário quando disse que \"os girassóis quase sempre buscam horizontes azuis\". Você tem toda razão. Meus horizontes são azuis. O texto desta imagem é um pedaço de uma poesia que escrevi (Teus olhos) e que logo vou postar na íntegra no Recanto.
Tua frase me levou direto pra ele. O azul dos olhos desta criatura que amo tanto são faróis. Que me lembraram que eu tinha luz. Desde então, meu girassol vem olhando sempre para este sol. Que, no meu caso é azul. Como os horizontes.
Um beijo especialmente carinhoso pra você.
E para vocês, criançada, sejam felizes, que os horizontes lhes sejam azuis e com faróis por toda parte.
AH...O BELISCÃO NA BUNDA DE SEMPRE.
D

Publicado por Débora Denadai em 25/05/2005 às 00h17

Site do Escritor criado por Recanto das Letras